• Assine-Já
  • Minha Conta
  • E-mail
  • Obtendo... Obtendo cidade 00º C Obtendo tempo... 00:0000:00 -- km/h

    Quem estiver com Covid-19 ou outras doenças infectocontagiosas nos dias de realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 poderá participar da reaplicação das provas nos dias 23 e 24 de fevereiro de 2021.

    As provas do Enem serão nos dias 17 e 24 de janeiro de 2021 (versão impressa) e em 31 de janeiro e 7 de fevereiro de 2021 (versão digital).

    São doenças infectocontagiosas para fins de solicitação de reaplicação do Enem 2020: coqueluche, difteria, doença invasiva por Haemophilus influenza, doença meningocócica e outras meningites, varíola, Influenza humana A e B, poliomielite por poliovírus selvagem, sarampo, rubéola, varicela e Covid-19.

    Os candidatos que estiveram com essas doenças deverão comunicar a condição por meio da Página do Participante antes da aplicação do exame.

    Além disso, os participantes que apresentarem sintomas na véspera ou no dia da prova não deverão comparecer ao exame. Nesse caso, além de registrar o ocorrido na Página do Participante, o inscrito deverá entrar em contato com a Central de Atendimento do Inep (0800 616161) e relatar a condição, a fim de agilizar a análise do laudo pela autarquia. A aprovação ou a reprovação da solicitação de reaplicação deverá ser consultada, também, na Página do Participante.

    O inscrito que for pedir a reaplicação da prova deverá inserir, no momento da solicitação, documento legível que comprove a doença. Na documentação, deve constar:

    nome completo do participante
    diagnóstico com a descrição da condição
    código correspondente à Classificação Internacional de Doença (CID 10)
    assinatura e identificação do profissional competente, com o respectivo registro do Conselho Regional de Medicina (CRM), do Ministério da Saúde (RMS) ou de órgão competente
    data do atendimento
    documento deve ser anexado em formato PDF, PNG ou JPG, no tamanho máximo de 2 MB.

    O Exame Nacional do Ensino Médio avalia o desempenho escolar ao final da educação básica. A estrutura do exame conta com uma redação e 45 questões em cada prova das quatro áreas de conhecimento: linguagens, códigos e suas tecnologias; ciências humanas e suas tecnologias; ciências da natureza e suas tecnologias; e matemática e suas tecnologias. Ao todo, 5.783.357 inscrições foram confirmadas para o Enem 2020.

    Entre as medidas implementadas para o Enem deste ano estão a disponibilização de álcool em gel nas salas e a obrigatoriedade do uso de proteção facial durante a prova.

    O participante poderá levar mais de uma máscara para troca ao longo do dia. As máscaras serão verificadas pelos fiscais para evitar possíveis infrações, respeitando a distância recomendada.

    Nos locais de prova, serão disponibilizados recipientes com álcool em gel e, no banheiro, os participantes serão orientados a lavar as mãos com água e sabão, antes e após o uso.

    A ocupação das salas de aplicação será de, aproximadamente, 50% da capacidade, e a indicação é de possibilitar o máximo de ventilação natural e aeração dos ambientes.